Posted in My Blog

Como vender mais no Dia das Mães artigos religiosos

Assim como no varejo tradicional, o Dia das Mães é a segunda data mais lucrativa para o comércio eletrônico religioso, atrás apenas do Natal.

As promoções no meio virtual serão intensificadas neste ano e o volume de vendas deve ser ainda maior devido às promoções que serão feitas pelas lojas, motivando os filhos a escolherem o presente que desejam dar às suas mães através da internet.

O varejo como um todo está muito aquecido. E com o crescimento do acesso à internet entre a classe C, teremos novos consumidores no meio virtual.

Estatisticamente, as vendas para do Dia das Mães começaram dia 25 de abril e vai até 9 de maio. Pesquisas revelam uma relativa importância no Dia das Mães, principalmente se compararmos com o Dia dos Pais ou o Dia das Crianças.

O consumidor que deseja presentear sua mãe com produtos de maior valor agregado aproveita as oportunidades que o comércio eletrônico oferece com a vantagem de poder parcelar suas compras em até 12 vezes sem juros ou até acima deste prazo, o que acaba abrindo espaço para a compra de presentes mais caros.

Para as empresas que vendem os seus produtos ou serviços na internet, vale observar os alertas que a advogada Valéria Reani escreveu na coluna Falando Sério no Portal Barão Geraldo e que neste blog são dicas para vender mais, vendendo melhor.

*Não enviar ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto ou serviço;

*Cumprir o prazo de entrega do produto ou de execução do serviço;

*Informar previamente das despesas de remessa do produto;

*Não executar serviços sem a prévia elaboração de orçamento;

*Oferecer todas as informações sobre a empresa na Loja Virtual.

*Fornecer todas as informações sobre os procedimentos para reclamação, devolução do produto prazo para entrega, despesas com fretes e taxas adicionais.

*Adicionar na Loja Virtual as medidas que o site adota para garantir a privacidade e segurança dos usuários.

*Fornecer serviço de atendimento ao vivo ou via telefone para que o consumidor possa solucionar todas as dúvidas e acompanhar o andamento de sua compra.

*Dê preferência as ferramentas como o Sedex a cobrar, dos Correios.

*Ofereça sistema de pagamento de sites especializados, reconhecidos publicamente, que intermedeiam o processo de pagamento, como PagSeguro da UOL. Porque, o cliente pode manter o registro de tudo que for realizado.