Posted in My Blog

Silas Malafaia e membros de família do subúrbio carioca defendem valores tradicionais no programa “Na Moral”.

Programa “Na Moral” discutiu a exibição de cenas com alto teor
de sexualidade e a forma como são retratados os personagens ou casais homoafetivos na TV brasileira, durante os 50 anos da Rede Globo.

Silas Malafaia

A questão do “beijo gay” também foi incluída no debate, que contou com a participação do pastor Silas Malafaia, o apresentador Jô Soares, a desembargadora Maria Berenice Dias e o autor de novelas Silvio de Abreu.
O pastor, que preside a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, foi o único  que saiu em defesa dos valores tradicionais familiares, dentre os debatedores convidados. “Em nenhum país do mundo civilizado moderno, você tem em TV aberta, cenas de sexo explícito, em horário onde crianças possam estar vendo”, disse Malafaia.

A aposentada Solange de Carvalho, uma das representantes da família de telespectadores que estava participando do programa, informou sentir-se incomodada com as cenas explícitas de sexo. “Não faz meu gênero”, disse.

“Quando eles falam que a sociedade agora aceita, que sociedade é essa? Eu nunca ouvi ninguém falar que isso é muito legal. Que sociedade é essa que está dizendo aí que é legal mostrar mulher com mulher e homem com homem?”, disse Paula, também integrante da família Carvalho.

Sílvio de Abreu interrompeu várias vezes o pastor, e chegou a dizer que ele estava “exagerando”, enquanto respondia a pergunta do apresentador Pedro Bial.

Após o debate o pastor Silas Malafaia comentou nas redes sociais “A mediocridade daqueles que não tem argumentos,é xingar,caluniar,ofender e vai por aí a fora.Não adianta chorar,arrumem um outro na moral kk”.